• .

Qual a qualidade dos seus pensamentos?


Somos responsáveis por nosso corpo e por tudo que nele ocorre. Modelos contínuos de pensar e falar gera posturas, comportamentos, confortos ou desconfortos no corpo.

Nossos pensamentos, principalmente os mais negativos, como tristeza, raiva, medo, ódio, baixa auto-estima, rejeição, vontade de fugir dentre outros, em geral tem origem na de falta de perdão, consigo ou com o outro.

Esse estado desencadeia em nosso cérebro uma série de substâncias que acabam desestabilizando alguma parte do nosso corpo, gerando doenças, por vezes algumas bem graves.

O segredo para uma vida mais saudável é sempre, perdoar e saber que ninguém é perfeito. Tome a decisão de estar disposto a Mudar! Seja carinhoso consigo mesmo. Comece a se amar e se aprovar agora mesmo!

(Louise Hay)

Segue uma tabela com algumas doenças e os sentimentos que as desencadeiam.

· Acne: Não se aceitar; desamor de si. · Adenoides - Atritos familiares, discussões. · Alergias: Falso ego e sensibilidade. · Alcoolismo - Sentimento de futilidade, inadequação, culpa e auto-rejeição. · Amigdalite: Emoções reprimidas, criatividade sufocada. · Anemia: Falta de prazer; desinteresse da vida. · Anorexia: Ódio ao extremo de si mesmo. · Apendicite: Medo da vida. Bloqueio do fluxo do que é bom. · Arteriosclerose: Resistência. Recusa em ver o bem. · Artrite: Amargura, ressentimento, crítica, sentimentos de desamor. · Asma: Super sensibilidade; amor sufocado; supressão do choro, sentimentos sufocados. · Bexiga (problemas): Ansiedade; resistência contra novas ideias. · Boca (problemas): Incapacidade de engolir ideias; fixação de opiniões e mente fechada. · Bronquite: Ambiente familiar “inflamado”, Gritos e discussões. · Bursite: Raiva reprimida, vontade de bater em alguém. · Câimbras: Tensão; segurar-se; oprimir-se. · Câncer: Mágoa profunda, tristezas mantidas por muito tempo. Profundos segredos ou aflições corroendo o Eu; retenção longa dos ressentimentos; ferimentos profundos. · Catarata: Futuro pouco claro; inabilidade de ver a frente. · Ciática: Medo do dinheiro e do futuro. · Cisto: Crescimento falso; fomentação de choques e machucados emocionais. · Coceira: Desejos insatisfeitos, remorso; punição e culpa. · Colesterol: Entupimento dos canais da alegria; medo de aceitar a alegria. · Colite: Pais superexcitados; opressão, menosprezo; necessidade de afeto. · Coração: Problemas emocionais sérios longamente suportados; falta do prazer, rejeição da vida. Crença nas pressões e no esforço. · Corcunda: Raiva atrás de você, ressentimento conservado. · Deslocamento de disco: Indecisão. · Derrame: Resistência. Rejeição a vida. · Diabetes: Profundo sentimento de mágoa; falta de (dar) afeto na vida. · Diarreia: Medo, rejeição, fuga (eliminar de dentro o que está ruim). · Dor: Congestão, bloqueio; crença em barreiras; punição culpa. · Dor de cabeça: Tensão, revolta, contrariedades emocionais. Sentimentos feridos. · Dor de ouvido: Raiva; não querer ouvir. · Edema: Super sensibilidade, individualidade machucada. Personalidade ferida. · Enjoo de carro: Medo-dependência, sentimento de ser pego em armadilhas. · Enjoo de mar: Medo; medo da morte. · Enxaqueca: Medos sexuais. Raiva reprimida. Pessoa perfeccionista. · Epilepsia: Rejeição da vida; sensação de perseguição; violência contra si. · Esclerose múltipla: Dureza mental, coração endurecido, vontade de forra; inflexibilidade. · Espinhas: Crença na feiura, culpa, ódio de si. · Estômago (problemas): Incapacidade de assimilar ideias. Medo de novas ideias. · Excesso de peso: Insegurança; auto-rejeição; procura de amor. Medo de perda, sufocar sentimentos. · Fadiga: Resistência, aborrecimento; falta de amor pelo que faz. · Febre: Queimar-se com alguém ou algo; raiva. · Febre do Feno: Congestão emocional; confusão nas crenças; medo do moralismo. · Fibromas: Alimentar mágoas causadas pelo parceiro. · Frigidez: Medo. Negação do prazer. · Gagueira: Insegurança; falta de auto-expressão. · Garganta: Repressão de raiva; ferimentos emocionais engolidos. · Gastrite: Incerteza profunda. Sensação de condenação, ideias mal digeridas. · Gengiva (problemas): Inabilidade de levar avante as decisões uma vez que elas sejam tomadas. · Glândulas (problemas): Desequilíbrio; falta de ordem; distribuição insuficiente. · Glaucoma: Pressão emocional, por sustentar por longo tempo sentimentos feridos. · Gota: Impaciência, raiva, dominação. · Gripe: Resposta a negatividade e crença geral; medo, crença em estatísticas. · Hemorroidas: Medo de prazos determinados. Raiva reprimida. Pessoa perfeccionista. · Hepatite: Raiva, ódio. Resistência a mudanças. O fígado é o local da raiva e emoções primitivas. · Hérnia: Carga, resistência mental, autopunição; raiva; expressões criativas incorretas. · Herpes: Prolongada suspensão nervosa. · Impotência: Pressão sexual, tensão, culpa; crenças sociais; rancor contra um antigo parceiro. · Inchaços (verrugas): Auto-rejeição, medo, falta de amor. · Indigestão: Medo, ansiedade, pavor. · Infecções: Irritação, raiva, chateação. · Insanidade: Escapismo, recolhimento; violenta separação da vida. · Insônia: Tensão, culpa, medo. · Laringite: Medo de verbalizar opiniões; raiva. Ressentimento da autoridade. · Labirintite: Medo de não estar no controle. · Meningite: Tumulto interior. Falta de apoio. · Nervos, nervosismo: Comunicação, luta, pressa; medo, ansiedade. Pensamentos confusos. · Nódulo: Ressentimento, frustração. Ego ferido. · Olhos (problemas): Não gostar do que vê em sua vida. Medo do futuro; não ver a verdade. · Ossos (problemas): Rebelião contra a autoridade. · Paralisia: Medo, escapismo, resistência, choque. · Pele (problemas): Sentir-se ameaçado na individualidade; falta de segurança, impaciência; assadura; maneira de ganhar atenção. · Pernas (problemas): Medo do futuro (as pernas carregam você para frente). · Pés (problemas): Medo do futuro. · Pescoço (problemas): Inflexibilidade, recusa em ver outros lados da questão; teimosia. · Pneumonia: Desespero. Cansaço da vida. · Pressão Alta: Problema emocionalmente duradouro e não resolvido. Manter por longo tempo problemas insolúveis. · Pressão baixa: depressão, mágoa, derrotismo, raiva. · Prisão de Ventre: Recusa de relaxar sobre velhas ideias; mesquinhez. · Pulmões: Medo de receber e dar-se à vida. · Quadris: Medo de ir avante a decisões importantes. · Quistos: Alimentar mágoa. Falsa evolução. · Resfriados: Confusão, desordem, pequenos machucados; família e crenças estereotipadas. · Retenção de líquidos: O que é que você tem medo de perder? · Reumatismo: Falta de amor; ressentimento; amargura crônica; vingança. · Rinite Alérgica: Congestão emocional. Culpa. Crença em perseguição. · Rins: Crítica, desapontamento, fracasso. · Roer unhas: Separação dos pais, pedaço de si que se recalca. · Ronco: Teimosia, apego ao passado. · Sangue (problemas): Falta de alegria; faltas de circulação das ideias; pensamentos estagnados. · Sinusite: Irritação com pessoas próximas. Presença de pessoa que o irritam. · Surdez: O que você não quer escutar? Rejeição, teimosia, isolamento. · Tosse: Nervosismo, amolação, crítica. · Tuberculose: Egoísmo; possessão; crueldade. · Tumor: Crescimento falso; ferimentos e choques emocionais. · Tumor no cérebro: Crenças incorretas computadas; teimosia; recusa em mudar os velhos padrões. · Úlceras: Algo se corrói em você; ansiedade, medo, tensão. Crença em pressões. · Urinar na cama: Medo dos pais (normalmente do pai). · Urticária: Pequenos medos escondidos; exagero de pequenos problemas. · Varizes: Negatividade, resistência; remoer emoções; sustentar um trabalho que você odeia; circulação entravada, atulhada de ideias; desencorajamento. · Vesícula (pedras na): Amargura; pensamentos dolorosos que você não encontra meios de evitar.


246 visualizações
Terapeuta| Coach| Constelação Familiar
  • Facebook

© 2017 Instituto Reluzir | Irinéia Meira - Coach Terapeuta - Create by Rafael Galvão